Se você tem problemas com timidez, não se sinta culpado por isso. Afinal, este é um tipo de problema muito comum e que faz parte da vida da grande maioria das pessoas. Ou seja, você não é menos porque é tímido e nem vai deixar de “crescer na vida” por conta disso. Muito pelo contrário: a timidez pode ser a sua maior ferramenta diferenciativa, quando você consegue dominar a situação.

A nossa primeira dica para que você consiga dominar os problemas com timidez, é: não enxergue uma pessoa extrovertida como o “ponto final” ou o “objetivo máximo” que você precisa alcançar. Uma pessoa extrovertida não é melhor do que você, só pelo fato de ser extrovertida.

É claro que a timidez pode atrapalhar muitas questões do dia-a-dia. Inclusive, pode fazer com que fiquemos “para trás” em algumas situações envolvendo trabalho e relacionamentos. No entanto, tudo isso pode ser revertido de alguma maneira.

Vamos entender mais sobre o assunto a partir de agora. Portanto, continue lendo!

Dicas de como reduzir seus problemas com timidez

Os problemas com timidez atrapalham várias esferas da vida. Principalmente para aquelas pessoas que lutam contra este problema e não conseguem encontrar uma solução. Se você tem a sensação de que a sua vida não anda por conta da timidez, é muito importante que você procure ajuda psicológica. 

Fazer terapia é muito importante para conseguir entender os motivos pelos quais você é tímido e, a partir disso, desconstruir o que você conhece. Por mais que as dicas que vamos dar a partir de agora sejam bastante úteis, nada vai ser melhor do que uma terapia, ok?

Continue lendo e veja o que você pode começar a fazer hoje para ter uma vida mais saudável do ponto de vista dos problemas com timidez.

Problemas com timidez – negação

O primeiro aspecto que precisamos considerar para que você possa ter uma melhora nos problemas com timidez, é a aceitação da condição. Ou seja, você precisa aceitar que você é tímido ou tímida e usar estes atributos a seu favor, de modo que isto não seja algo que exclui você de situações. Mas sim, inclua.

Ou seja, deixe claro para as pessoas que você convive que você tem problemas com timidez. Diga que você está tratando e buscando melhorar a cada dia. Mas o mais importante é que você se posicione sobre a sua condição, de modo que isto seja comum e não um problema.

A negação é um dos piores problemas que podem estar relacionados ao fracasso nas tentativas de não ser tímido. Afinal, como podemos resolver um problema se, antes de mais nada, não reconhecemos este problema, não é mesmo? Lembre-se sempre disso!

Problemas com timidez relacionados a reuniões

Infelizmente, os problemas com timidez podem nos excluir de situações muito importantes para a nossa vida profissional. Os ambientes corporativos comuns não foram feitos para aceitar pessoas diferentes. Eles foram feitos para aceitar pessoas dentro de um padrão comum, como se pessoas fossem robôs e pudessem simplesmente agir de maneira robótica. Claro: há excessões.

Se você precisa participar de uma reunião, seja ela virtual ou presencial, aceite que você é tímido e tente participar mesmo assim. Não há a necessidade de construir diálogos ou expor milhares de ideias. Mas participar já é algo bastante avançado!

Uma dica bem legal para estas situações, é buscar algum tipo de parceria ou amizade, de modo que você possa se sentir mais protegido. Afinal, a timidez nada mais é do que uma série de medos e desconfianças a respeito de tudo na vida. E por isso, quanto mais elementos de proteção você conseguir, melhor!

Inclusive, a não participação da reunião é um elemento de proteção. Entendendo isso, talvez você consiga assumir o controle do que pode ou não gerar confiança e proteção para enfrentar as situações.

Resolver problemas de timidez com óleos essenciais

Uma dica bem legal que você pode colocar em prática e testar para tentar corrigir problemas com timidez, é o uso de óleos essenciais. Estes são produtos altamente concentrados e feitos com extratos de plantas que trazem muitos benefícios ao nosso sistema nervoso e cérebro.

Você pode usá-los em aromatizadores, de modo a deixar o ambiente olfativamente benéfico para tentar superar a timidez. O óleo essencial de hortelã, por exemplo, traz muitos benefícios para que você tenha um maior controle emocional.

Compre óleos essenciais em lojas de confiança, como a Atavie. E cuide ao usá-los, pois são produtos muito concentrados e que não podem entrar em contato com a pele, olhos, boca ou nariz.

Problemas de timidez para relacionamentos no trabalho

Infelizmente, os problemas relacionados à timidez no trabalho são muito maléficos para a sua carreira. Pelo menos, em ambientes que não estimulam os profissionais. E a nossa primeira dica, é: fuja deste tipo de ambiente. Você não precisa “ser melhor” simplesmente para agradar algum tipo de diretoria ou regra.

O segundo passo, é tentar usar a questão da timidez a seu favor, de modo que você possa se posicionar no ambiente de trabalho e, assim, apresentar suas necessidades e desejos para que sua produtividade seja alcançada.

E aqui, podemos fazer uma ligação com o primeiro tópico deste artigo: posicione-se e aceite a sua timidez. Deixe as pessoas saberem que você é tímido. Isto vai ajudar no desenvolvimento das atividades e você vai evitar de ser “passado para trás” só porque não foi a uma reunião.

Tratar problemas de timidez em sua zona de conforto

E por fim, procure a sua zona de conforto para trabalhar. Sim, isto é o oposto do que muita gente fala, mas acredite: você vai trabalhar muito melhor na sua zona de conforto! Por mais que você precise, sim, suar para alcançar seus objetivos, não há nada melhor do que lutar para encontrar uma zona de conforto para “chegar lá”.

Pense o seguinte: O Neymar é um grande jogador de futebol. Se ele tentasse jogar basquete profissionalmente, estaria saindo da sua zona de conforto. Mas muito provavelmente não teria a menor chance devido a sua altura e porte físico. Faz sentido o Neymar abrir mão daquilo que ele é bom, só para “sair da zona de conforto”?

Lembre-se sempre disso e bora lidar com a timidez de uma forma diferente!